Transferência de funcionários entre empresas: Como funciona?

Transferir funcionários entre empresas pode ser uma ótima forma para otimizar recursos humanos e renovar o quadro de funcionários. Porém, nem sempre será possível realizar a transferência de funcionários entre empresas. A legislação trabalhista brasileira permite a transferência apenas em situações específicas, devendo sempre respeitar a vontade do próprio funcionário…

Continuar lendo

Quebra de Caixa: Como funciona

Muitas das verbas extras que são devidas aos trabalhadores são desconhecidas pela maioria das pessoas, incluindo os próprios trabalhadores e seus empregadores. A quebra de caixa certamente é uma verba pouco conhecida na sociedade. Criada para recompensar trabalhadores que lidam com dinheiro, ela deve ser paga apenas em situações específicas…

Continuar lendo

Benefício Cessado: o que significa?

O benefício cessado é uma das maiores preocupações relacionadas a quem depende de um benefício previdenciário para sobreviver. Embora seja um dos fatores mais importantes da vida financeira dos beneficiários, muitas vezes a condição só é descoberta quando o benefício é interrompido, fazendo com que a condição torne-se uma surpresa…

Continuar lendo

O que é licença gala?

A licença gala está entre as situações nas quais a ausência no emprego é considerada justificada. Isso significa que a falta, neste caso, não gera prejuízo financeiro ou relacionado aos dias de férias daquele trabalhador, o que indica que faz parte de seus direitos. De forma mais específica, a licença…

Continuar lendo

O que é licença nojo?

A despeito do nome curioso, a licença nojo é uma das mais tristes situações pelas quais um empregado pode faltar justificadamente o trabalho sem prejuízo de seu pagamento integral pelos dias nos quais não compareceu. Embora o nome possa sugerir algo relacionado ao ambiente de trabalho e questões de insalubridade,…

Continuar lendo

O que é desídia?

A desídia é uma das previsões de normas trabalhistas que levam empregados a receberem possíveis avisos que, acumulados, podem levar até mesmo a uma demissão por justa causa. A desídia não é considerada grave, isoladamente, mas sua repetição pode torna a vínculo justificadamente insustentável, a ponto de o empregador não…

Continuar lendo