CRF DF: Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal

Qual a função e utilidade do Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal (CRF DF)?

Todas as áreas que tratam de serviços e produtos de forte impacto na sociedade precisam de um órgão fiscalizador. Bem, ao menos deveria ser assim.

Estamos falando de um órgão que zele pelo padrão de qualidade necessário para os que precisam usufruir do produto ou serviço, de forma que garanta que tais usuários não sejam prejudicados ao adquirir um bem de necessidade diária ou específica.



Mais ainda: que evite que o material distribuído surta efeito extremamente adverso ao proposto e, em vez de proporcionar benefício, prejudique a saúde dos consumidores.

Podemos comparar, portanto, o CRF DF com instituições como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO).

Qual seria o paralelo com o CRF DF?

No caso da primeira, a ANVISA, esse órgão tem como função analisar e verificar se a comercialização de produtos alimentícios está de acordo com as normas básicas de higiene e conservação.

Por se tratar de um segmento que se apresenta como uma necessidade básica, por isso, de amplo consumo, tem potencial de provocar consequências nocivas em larga escala, uma vez que não se atenda as condições mínimas.

Com o INMETRO, a situação é parecida. Fiscaliza um setor que atinge milhões de pessoas diretamente. Uma vez que apresente falhas graves de concepção de projetos, ou de qualidade de material, tem potencial de impactar negativamente grande número de pessoas.

Nisto vemos um padrão dessas agências: fiscalização de segmentos que alcançam milhares ou milhões de pessoas diariamente. Fiscalização a fim de manter padrão de qualidade que garanta o bem-estar dos consumidores.

É exatamente o caso do CRF DF.

CRF DF: Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal

O que é o CRF DF?

Ora, se alimentação e indústria são setores de suma importância ao interesse coletivo, o que dizer da manipulação de medicamentos? Estes, tão ligados à saúde, de fiscalização mais importante ainda.

O CRF DF, como o próprio nome diz, é um conselho que visa fiscalizar e garantir condições mínimas de trabalho dos profissionais de farmacologia, os farmacêuticos.

Esses profissionais são responsáveis por:

  • Indicar medicamentos para determinadas moléstias e desconfortos;
  • Armazenar os produtos em locais adequados;
  • Verificar a data de validade dos mesmos;
  • Garantir que medicamentos que necessitam de prescrição médica sejam fornecidos a quem realmente está autorizado a recebê-los.

Não é difícil imaginar o dano social que a falta de ética e de condições de trabalho desses profissionais pode causar.

Dezenas, centenas, milhares de pessoas podem ter a saúde afetada, agravando velhos problemas ou os tornando irreversíveis. Falhas nesse sentido contribuiriam para instalação e manutenção de vícios e até operacionalização de redes clandestinas. Trata-se de ilegalidades com potencial de afetar outras esferas que colocam em risco o bem-estar social.

Há órgão que promove tal fiscalização em âmbito nacional, mas como o Brasil é um país continental, tal vigilância se mostra tarefa por demais hercúlea. Torna-se necessário, e mais eficiente, a instauração de conselhos regionais. É, então, o caso do CRF DF, que fiscaliza o setor na região do Distrito Federal.

Outras funções do CRF DF

Além de cumprir com suas funções fiscalizadoras, o CRF DF também atua no sentido de valorizar o profissional farmacêutico. Tal valorização ocorre junto às instituições que comercializam e administram distribuição de medicamentos na totalidade.

Tal campanha de reconhecimento da importância e necessidade de se investir na qualificação dos profissionais em questão ocorre através de ações específicas. As que mais se destacam são as matérias produzidas para serem veiculadas na imprensa.

Outra ação que se mostra assertiva quanto à fiscalização e promoção de boas práticas no setor são as parcerias que o CRF DF promove com instâncias da saúde do Distrito Federal. Essas parcerias visam a operacionalizar medidas focadas em assegurar a eficiência da assistência do profissional farmacêutico junto ao público.

Serviços do CRF DF ao farmacêutico

Nem só de cobranças de cumprimentos de deveres o CRF DF é constituído. O órgão também presta serviços ao profissional de farmácia e a população. O seu trabalho de zelo das normas mínimas de segurança e qualidade possam ser consideradas, por si só, um grande serviço prestado a ambos os públicos.

Afinal, a queda abrupta de qualidade do serviço prestado pelos profissionais do ramo ocasionaria a quebra de confiança por parte da população. Isso, sem dúvidas, não seria vantajoso para a categoria. Medicamentos de procedência e manipulação duvidosa provocariam sequelas irremediáveis aos consumidores.

Mas, como apontado, há outros serviços fornecidos pelo CRF DF. Aqui, neste tópico, trataremos especificamente dos dirigidos aos trabalhadores da área.

Os filiados ao CRF DF têm direito a:

  • Acesso exclusivo a página online da instituição;
  • Atualização cadastral, emissão de boletos;
  • Inscrição para cursos e eventos;
  • Impressão de certificados;
  • Possibilidade de conferir na lista de empresas cadastradas no CRF DF oportunidades de empregos.

CRF DF: Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal

Serviços do CRF DF ao público geral

Quanto ao público geral, o CRF DF disponibiliza em sua página na internet uma lista de profissionais cadastrados no conselho. Tal análise é útil para verificar se o profissional de determinada instituição é realmente habilitado no meio que atua, se tem formação adequada, específica.

Há também no site do CRF DF uma lista de empresas cadastradas, outra boa forma de se avaliar se determinada instituição é realmente de confiança e bem conceituada.

Ainda é possível, na página virtual, encaminhar denúncias contra mau procedimento de profissionais e instituições. Além disso, é possível conferir o Código de Ética da Categoria no intuito de esclarecer dúvidas.

Concursos CRF DF

O CRF DF presta serviços a instituições públicas do segmento, já que também se enquadra como órgão público, ligado ao poder público, conforme Resolução CFF nº 66, de 24 de abril de 1969.

Um desses serviços é o de fornecer profissionais qualificados para o desempenho de variadas funções necessárias a operacionalização do serviço. Por essa razão, se filiar ao quadro de profissionais do CRF do Distrito Federal necessita da submissão de concurso público.

Gostou deste conteúdo sobre CRF DF? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio é muito importante para nós!

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *