Salário Mínimo na Inglaterra: quanto vale?

O salário mínimo na Inglaterra é definido pela determinação salarial do Reino Unido, junto às taxas da Irlanda do Norte. Embora não seja o destino mais comum para imigrantes brasileiros, em função da alto fluxo de imigrantes da própria coroa britânica e dos altos custos de vida, a Inglaterra oferece boas oportunidades para quem encontra um trabalho por lá.

Se este é o seu caso, ou se você pretende saber de quanto é o salário mínimo na Inglaterra, há algumas características a serem levadas em consideração, como idade e experiência. Além disso, é claro, é necessário considerar aspectos como a economia e a própria situação inglesa que tende a desestabilizar frente às mudanças em relação à participação na União Europeia.



Entenda como funciona o salário mínimo na Inglaterra, e quais são as características mais comuns relacionadas ao trabalhador, por lá:

De quanto é o salário mínimo na Inglaterra?

O salário mínimo na Inglaterra é pago a partir das horas de trabalho de cada trabalhador. Em outras palavras, cada hora trabalhada é paga de forma explícita. Embora haja um valor unificado por lá, utilizado como um valor de referência, a remuneração por hora varia bastante de acordo com a idade do trabalhador.

Para aqueles que possuem menos de 18 anos, a remuneração é de 4 libras por hora. De 18 a 20 anos, o valor sobe para 5,55 libras por hora de trabalho. Entre 21 e 24 anos, a remuneração por hora torna-se 6,95 libras por hora. Acima dos 25 anos, a valor chega ao patamar de referência, a partir do qual o salário mínimo na Inglaterra é calculado, atingindo as 7,20 libras por hora de trabalho.

Considerando um jornada de trabalho integral baseada no valor referência, o trabalhador inglês recebe cerca de 1.400 Euros mensais, o que representa um valor intermediário na escala salarial da Europa.

Relação entre salário e custo de vida

O problema do salário mínimo na Inglaterra é debatido há anos na política local. De forma absoluta, os trabalhadores não são mal remunerados. Em comparação ao salário mínimo de Portugal, por exemplos, trata-se de uma remuneração mais de duas vezes superior.

Em compensação, o custo de vida inglês é um dos mais altos da Europa, especialmente em seus centros urbanos, maiores. Londres, por exemplo, abriga o custo de moradia mais alto do planeta, de maneira geral, com aluguéis exorbitantes que obrigam o trabalhador médio a morar em periferias afastadas, inevitavelmente tornando o seu custo de vida mais alto com transporte e tempo investido na movimentação.

Como é a economia inglesa?

O salário mínimo na Inglaterra reflete a economia local: a taxa de desemprego é razoavelmente baixa, e o Reino Unido configura a quinta maior economia global em PIB nominal – sendo a nona em termos brutos. A inflação geralmente vive abaixo da taxa de crescimento, e isso é convertido em certa estabilidade econômica.

Atualmente, no entanto, há a questão da retirada do país da União Europeia – o chamado Brexit. Não é possível determinar os reais efeitos desta saída na economia a médio e longo prazo, considerando a inexistência de histórico a respeito do assunto. Isso torna a análise econômica para quem pretende morar por lá no futuro bastante incerta.

Compartilhe este artigo!
  • 1
  •  
  •  
    1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *