Recorrer de multa de trânsito: como fazer?

Recorrer de multa de trânsito é uma tarefa difícil, mas importante para quem acredita ter sido injustiçado ao ser multado. Hoje em dia, quase todo motorista que atua em uma grande cidade ou tem o costume de pegar rodovias, já passou pelo transtorno de receber uma multa por conta de uma infração de trânsito. Realmente, é algo que acontece bastante principalmente por que as pessoas não respeitam as leis de trânsito.

Mas, também existem casos aonde a multa pode ter sido aplicado de uma forma irregular, portanto, antes de pagar, é muito importante que você entenda de fato como funciona e o porquê você recebeu essa multa antes de recorrer, em muitos casos ela pode ser verdadeira, mas, se não for essa questão, você tem todo o direito de recorrer e se recusar a pagar.



Nesse artigo, eu vou mostrar para você um passo a passo de como você deve fazer para poder recorrer a uma multa de trânsito que você recebeu, e acredita que ela foi dada sem nenhum tido de fundamento e provavelmente, por conta de algum tipo de abuso de autoridade. Vamos às dicas:

Formule muito bem o seu pedido de retirada

Esse é o primeiro passo que você deve fazer para conseguir se livrar de uma multa de trânsito. Na prática, não vai ser nada fácil, afinal, estamos falando de recorrer uma multa que foi aplicada a você pelo DETRAN, e será difícil tentar não ser punido por uma multa que eles já desejam cobrar.

Procure saber se de fato aquela multa foi aplicada de uma forma indevida, ou se ela realmente tem fundamento.

Procure um despachante

A dica mais comum que você vai receber quando se trata de assunto é justamente essa: procurar um despachante! Isso por que o despachante, é um profissional que está habituado a trabalhar com esse tipo de recurso. Se não for um despachante, que seja um advogado que você conheça ou algo do tipo.

Se você tentar recorrer desse tipo de recurso sem ter o conhecimento correto, é bem provável que você não vá conseguir ser bem-sucedido com isso, portanto, é melhor prevenir do que remedir não é mesmo?

Muitas pessoas acreditam que não é possível encontrar alguém qualificado, mas, isso não é verdade! É muito mais fácil encontrar um bom despachante do que tentar recorrer de multa sozinho.

Dê o seu melhor

O DETRAN vai tentar fazer o possível para que você tenha que pagar a multa de fato, ou seja, o seu recurso tem que estar impecável! Você precisa fazer com que a ação que você está movendo para não precisar pagar a multa seja algo realmente convincente, caso o contrário, o DETRAN vai sempre arrumar alguma coisa, alguma brecha para fazer você pagar essa multa.

Antes de querer fazer tudo sozinho, procure sempre orientação para que as coisas saiam como você quer, é melhor ter orientação de quem entende do assunto e de quem sabe muito bem falar sobre o sistema de trânsito nacional e como funciona o código que nós devemos seguir.

Essas são as dicas que os instrutores passam no curso do CFC, que é o curso de formação de condutores. Hoje em dia, o curso tem mais coisas e mais informação útil do que antigamente. Agora, o condutor já sai do curso com a sua carteira e condições de resolver problemas básicos com relação a mecânica do carro e a problemas com multa de trânsito devido a infrações.

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *