Mercado Imobiliário

Permuta de imóveis: saiba como funciona

Escrito por admin

A permuta de imóveis tem crescido muito no setor imobiliário, sendo uma excelente forma de pagamento que proporciona inúmeras vantagens aos negociantes. Mesmo enfrentando uma crise, realizar uma venda imobiliária pode acabar sendo um verdadeiro desafio.

Principalmente por se tratar de bens com altos valores que podem até mesmo exigir que empresas de crédito sejam envolvidas para a realização de um empréstimo e um financiamento. Quando essa permuta é realizada corretamente, a troca dos imóveis em uma negociação é extremamente vantajosa para os envolvidos.

Afinal, o que é a permuta de imóveis?

A permuta de imóveis é uma forma de negócio onde as duas partes realizam uma troca de bens ao mesmo tempo. Como é uma permuta imobiliária, os bens trocados podem ser casas, apartamentos, terrenos ou imóveis comerciais.

Além disso, não é necessário que a troca seja por valores equivalentes, pois uma das partes pode fazer uma compensação financeira com relação à diferença, de acordo com as condições de pagamento que foram previamente combinadas.

Quais são as condições da permuta imobiliária?

Essa é uma transação comercial com segurança jurídica, ou seja, ela é reconhecida como processo legal e de qualquer forma precisa que haja um acordo prévio entre as partes, principalmente com relação aos valores que estão relacionados aos imóveis.

Dessa forma, sempre haverá uma avaliação dos compradores para o valor de cada imóvel que deverá ser fixo. Além de também ser importante ressaltar que essa negociação pode ser dura, pois de modo geral, o comprador tem interesse em ceder um imóvel de menor valor para obter condições de pagamento facilitadas ou então o valor final abatido.

Como é feito o contrato para permuta imobiliária?

O cuidado essencial que deve ser tomado durante esse processo está diretamente relacionado à elaboração de um contrato de permuta de imóveis e tudo isso ocorre por causa das negociações desses negócios que precisam ser realizados através de uma escritura pública.

Um outro ponto essencial é a responsabilidade pelos tributos e pela data da entrega dos imóveis em acordo, que precisam estar no documento elaborado. Também é importante se lembrar que é necessário ter todos os cuidados assim como em qualquer outro tipo de contrato de imóvel, como uma escritura e outros.

Quais são as vantagens da permuta de imóveis?

Uma grande vantagem na permuta de imóveis é poder dispensar uma boa parte, e até mesmo a totalidade em alguns casos isolados do pagamento em dinheiro. Utiliza-se então um bem adquirido para realizar a compra e um outro de maior valor ou maior rentabilidade.

Durante todo esse processo, não é preciso utilizar a tomada de crédito, eliminando dessa forma os juros que costumam ser consequência. Além disso, esse processo possui um impacto burocrático mais leve, de forma que, quando o acordo é firmado para a troca desses bens tudo se torna muito mais simples do que passar horas assinando um pedido de empréstimo ou financiamento, além de todo tempo que é necessário aguardar para que as resposta cheguem.

Além também de que ambas as partes sairão com um imóvel nas mãos, um bem que futuramente poderá ser vendido, alugado ou até mesmo se transformar em patrimônio familiar.

Deixe seu Comentário