Como se mudar para a Inglaterra?

Muitas pessoas pensam em se mudar para a Inglaterra por uma infinidade de motivos: melhores oportunidades de vida, emprego, cultura, aprendizado de um novo idioma, ou simplesmente pelo charme de viver sob o clima inglês.

Embora haja uma série de motivos pelos quais alguém pode querer se mudar para a Inglaterra, é necessário considerar que o país apresenta uma série de regras e restrições a respeito de mudanças e novos moradores, que devem ser levadas em conta para quem planeja trocar de país.



É importante planejar com bastante antecedência, pois – entre os países que (ainda) fazem parte da União Europeia, a Inglaterra é a que possui mais regras e cuidados próprios em relação aos imigrantes.

Confira algumas dicas importantes sobre como se mudar para a Inglaterra e evite surpresas desagradáveis no processo de mudança:

Visto e burocracia

Em primeiro lugar, o ponto a ser destacado é a questão burocrática. Se você pretende morar em outro país – qualquer que seja ele – é absolutamente fundamental que o faça de maneira legal. Não corra riscos desnecessários ao tentar entrar ilegalmente em um país, pois todas as expectativas indicam para um fim desagradável, nesta situação.

Para mudar para a Inglaterra, o primeiro passo diz respeito ao visto. Vamos tratar, neste caso, dos três principais tipos de visto: de turista, de estudante e de trabalho. Os vistos de turista e estudantes podem ser obtidos no próprio aeroporto inglês, no momento da chegada, e permitem que você fique até seis meses – ou mais, no caso de estudantes com comprovação de matrícula.

Turistas não podem exercer atividades profissionais por lá, mas estudantes que tenham certificado de proficiência na língua inglesa podem trabalhar por meio período de forma legal.

No caso de trabalho, no entanto, o processo torna-se um pouco mais complicado. É preciso ter autorização prévia do governo inglês, através dos consulados, onde você deve mostrar a documentação de trabalho e planejamento de permanência por lá.

Precisa trabalhar? Busque o trabalho antes

Se você quer se mudar para a Inglaterra para trabalhar, é necessário que encontre o trabalho antes de ir, por uma série de motivos. Em primeiro lugar, o visto para trabalho só será emitido se você demonstrar, na solicitação, ter encontrado um trabalho que aceitará você. Além disso, a disponibilidade de empregos na Inglaterra não é exatamente alta, especialmente com as grandes massas de imigração de países que fazem parte da Coroa, o que tende a colocar você atrás destes candidatos a vagas.

Calcule o custo de vida para morar Inglaterra

A maior parte dos centros urbanos de grande porte na Inglaterra possuem um custo de vida significativamente alto – bem superior à maioria das cidades brasileiras. Não espere viver por uma certa quantidade de meses pelo mesmo valor que você faria isso no Brasil. A ideia de que o Brasil é muito mais caro do que a maior parte dos países desenvolvidos não é exatamente verdadeira.

Monte um orçamento prévio

Considerando que o custo de vida não é tão baixo assim, você precisa montar um orçamento para evitar surpresas. Neste orçamento, será necessário não apenas considerar seu custo de moradia, alimentação e estudos, como incluir eventuais valores emergenciais para saúde e, até mesmo, para um possível retorno, caso as coisas não sejam como você esperava, por lá.

Informe-se sobre a renovação de visto

Outro aspecto importante que você deve levar em consideração são as renovações de visto. A maioria das pessoas não consegue se mudar para a Inglaterra de forma definitiva na primeira ida. Isso implica no inevitável vencimento do visto obtido para morar por lá, o que significa que essa mudança é temporária.

Na maior parte dos casos, é necessário retornar ao Brasil e renovar este documento, ou fazer um procedimento prévio de ajuste. Se você pretende morar por lá, é importante informar-se para evitar entrar na ilegalidade depois que já estiver com sua vida estabelecida.

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *