Salário Mínimo na Irlanda: quanto recebe o trabalhador irlandês?

O salário mínimo na Irlanda é um dos principais motivos pelos quais muitos brasileiros escolhem o país como um destino para trabalhar e reunir algum capital. A Irlanda conta com um bom nível de empregabilidade, salário bastante interessante, custo de vida acessível e um estado de bem estar social bastante elevado. Isso garante um bom nível de estabilidade e segurança para o trabalhador que busca reunir algum dinheiro.

Apesar de seu PIB não ser tão alto, as condições de trabalho por lá são bastante benéficas, além de garantir acesso ao excelente sistema de benefícios públicos do país, reduzindo parte dos custos de vida.



Saiba qual é o salário mínimo na Irlanda, suas regras e quais as vantagens e desvantagens das regras trabalhistas por lá:

Quanto é o salário mínimo na Irlanda?

O salário mínimo na Irlanda é considerado variável de acordo com o tipo de trabalho, com o tempo de experiência do trabalhador e com a situação na qual se encontra. O trabalhador sem experiência (menos de um ano de trabalho) possui um salário mínimo de 7,40 Euros por hora de trabalho.

Entre um e dois anos de experiência, no entanto, passa a contar com um salário mínimo de 8,33 Euros por hora de trabalho, tendo sua experiência anterior valorizada.

A partir destes casos excepcionais, com mais de dois anos de trabalho, o trabalhador passa a ser remunerado com 9,25 Euros por hora de trabalho. Isso significa que um trabalhador de jornada de trabalho integral recebe, em média, pouco menos de 1.500 Euros mensais. Isso faz com que, ao mesmo tempo, a Irlanda seja um país que estimula a contratação de jovens, mas configura-se entre os melhores salários da União Europeia.

Qual o poder de compra do trabalhador irlandês?

Uma grande vantagem para quem pensar em trabalhar na Irlanda é que além de o salário mínimo local ser razoavelmente alto, o país possui um custo de vida considerado baixo para os padrões europeus.

Isso significa que o trabalhador padrão recebe salário comparáveis ao dos países mais caros do bloco europeu, mas possui um custo de vida reduzido, garantindo um excelente poder de compra. Além disso, o nível de inflação é praticamente nulo por lá – tendo sido negativo em 2016, e boa parte dos custos básicos, como saúde e educação, são públicos.

Qual a situação da economia irlandesa?

A economia irlandesa não é exatamente grande, sendo apenas a 41ª entre as maiores do mundo. Por outro lado, é considerada bastante estável e controlada, mantendo baixíssimos níveis de inflação e boas perspectivas.

Suas taxas de emprego também são consideradas excelentes, mantendo o desemprego sempre confortavelmente abaixo dos 10%, o que é considerado bastante adequado. A maior parte dos empregos irlandeses acumula-se no setor de serviços, o que garante certa facilidade na capacidade de obtenção de empregos, em geral.

Como são os direitos trabalhistas na Irlanda?

Além do excelente salário mínimo, a legislação trabalhista irlandesa é considerada bastante generosa para o trabalhador. Isso é reflexo do Welfare State mantido no país como uma premissa de qualidade de vida. As regras por lá são razoavelmente parecidas com aquelas previstas na CLT brasileira, o que garante boa estabilidade ao trabalhador.

Compartilhe este artigo!
  • 1
  •  
  •  
    1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *