Faixas de renda Minha Casa Minha Vida 2018

Muitas pessoas colocam a compra da casa própria como meta de vida, do ano e tem como sonho. E para realizar esse sonho, existe o Minha Casa Minha Vida, que é um programa do governo que ajuda o financiamento imobiliário para pessoas com faixas de renda baixa.

Com isso, no ano de 2018, algumas regras foram alteradas e por isso, a renda máxima para beneficiários para o programa pode ser de 1; 1,5; 2 e 3.



Novas regras

Na verdade, não houve muitas mudanças, mas com as faixas de renda ampliadas, também aumenta o número de beneficiários. Isso significa que pessoas que tenham a renda um pouco maior também podem participar do programa.

Por exemplo:

  • Faixa 1: inclui famílias com renda de até R$1800,00 ou invés de R$1600,00.

Quer dizer que pessoas que tenham a renda um pouco acima, também podem participar do Programa Minha Casa Minha Vida, sendo a faixa 1 a que mais recebe subsídios, e também não paga juros.

E outra grande mudança são os requisitos sobre as infraestruturas dos imóveis. Com as novas regras, as unidades habitacionais, precisam ser confortáveis e espaçosas, com pelo menos 2m2 a mais das residências e ter laje e parece mais grossa.

Quem não pode participar do Minha Casa Minha Vida?

Fica impedido de participar do programa quem já tiver o benefício de algum outro tipo de programa de habitação do governo. Aqueles que também possuem casa própria ou algum outro tipo de financiamento imobiliário no próprio nome, mesmo com as faixas de renda permitidas não podem participar.

Faixas de renda do Programa

Para participar do programa é preciso entender a qual faixa de renda você pertence, antes de decidir fazer o financiamento.

Faixa 1 – renda de até R$1.800,00

Por ser de renda mais baixa, é a faixa de maior subsídio do governo. O financiamento pode ser feito e dividido em até 120 meses, tendo como valor da prestação, valores que variam de R$80,00 a R$270,00, variando de acordo com a renda bruta total da família.

Sem contar que a garantia do financiamento é o próprio imóvel comprado, que pode ser de até R$98.000,00.

Faixa 1,5 – Renda de até R$2.600,00

Desenvolvida mais recentemente, essa faixa foi desenvolvida para famílias com renda maior do que a faixa 1, mas com menos de R$2.600,00. Possui taxa de juros de apenas 5% ao ano, e ao aderir o programa o financiamento pode ser feito em até 30 anos com subsídio de 45 mil reais. O imóvel comprado pode ter o valor de até R$135.000,00.

Faixa 2 – Renda de até R$4.000,00

Para as faixas de renda 2 e 3, incluem um prazo de pagamento maior, podendo chegar a 360 meses, e também incluem imóveis que estejam na planta ainda ou que sejam novos, além de construção, e terreno.

A faixa 2 ajuda famílias que tenham a renda bruta de R$4.000,00 mensal, e podendo subsidiar até R$27.500,00. Nesse caso o programa tem juros de 5,5% a 7% ao ano. E podem ser feitos para imóveis de até R$225.000,00.

Faixa 3 – renda de até R$7.000,00

Já a faixa 3 oferece taxas de juros menores que o mercado, mas o maior para o Programa do Minha Casa Minha Vida. Portanto famílias que possuem a renda mensal até R$7.000,00 podem aderir ao programa nessa faixa de renda, pagando menos que 8,16% do mercado, e sem necessidade de subsídio. Nessa faixa de renda, é possível comprar imóveis de até R$225.000,00.

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *