Como se mudar para Portugal

Muitas pessoas que pensam em mudar-se para a Europa cogitam Portugal como um bom destino, especialmente em função das menores barreiras culturais – sobretudo na questão do idioma. No entanto, o processo para quem quer se mudar para Portugal não é exatamente simples, e exige um bom nível de planejamento.

A boa notícia, por outro lado, é que o país é razoavelmente mais fácil para uma mudança do que a maior parte das outras nações europeias. É necessário, no entanto, saber alguns processos e cuidados essenciais para que você consiga fazer essa transição com mais facilidade.



Confira algumas dicas para facilitar no processo de mudar para Portugal:

Verifique as necessidades de visto para o seu caso

Em primeiro lugar, você deve dar atenção para questões burocráticas relacionadas à sua mudança. Se você pretende mudar-se com o pressuposto do estudo, é necessário um tipo de conformação. Se o seu caso, por outro lado, é para trabalho, o nível de visto passa a ser outro.

Informe-se com bastante antecedência em um consulado para ter certeza a respeito de quais são as opções que mais encaixam-se na sua realidade, e tenha certeza de fazer a mudança dentro dos critérios legais de cada país.

Precisa de trabalho? Busque antes

Se você quer se mudar para Portugal e trabalhar por lá, há algumas coisas a serem levadas em consideração. A situação econômica de Portugal, embora já razoavelmente recuperada, não é das melhores do continente europeu, e a quantidade de empregos é um tanto quanto em reduzida.

Se você realmente precisa do emprego e não pode se sustentar por muito tempo sem ele, a melhor ideia é só realizar a mudança quando já tiver algum emprego combinado com o empregador. Isso garante que você não passe mais tempo do que seu orçamento permite procurando um trabalho.

Pesquise sobre os custos de vida

Essa é outra dica essencial: saber os custos de vida em cada uma das cidades em que você está cogitando morar em Portugal. Diferentes cidades possuem diferentes custos de vida, e isso afeta diretamente o tipo de conforto que você poderá bancar, dependendo do local escolhido.

Pesquise, ainda, a diferença entre preços em locais periféricos e locais mais próximo do centro, de forma que você consiga predefinir parte dos custos de sua rotina.

Monte um orçamento básico

Toda mudança gera custos, especialmente se a mudança for internacional. Mesmo que você já esteja com um trabalho acertado para viver por lá, montar um orçamento básico é absolutamente fundamental para que você tenha certeza de que conseguirá sobreviver ao menos nos primeiros meses.

O ideal, em uma plano de como mudar para Portugal em segurança, é ter a garantia de ao menos seis meses de vida completamente pagos por lá. Isso facilitará até mesmo na obtenção de um visto para morar durante mais tempo, mesmo que não possua emprego fixo.

Entenda a situação econômica de Portugal

Muitas pessoas pensam em se mudar para Portugal com a visão enganada de que trata-se de um país que vive todo o potencial econômico da Europa. Embora seja uma país de muitas riquezas e história, Portugal vive um cenário econômico razoavelmente frágil – e isso deve ser levado em consideração.

Se você pretende viver com um salário mínimo padrão, por lá, é provável que consiga pagar seus custos básicos, mas possivelmente não terá o capital necessário para viajar por toda Europa, por exemplo. Portugal apresenta uma série de vantagens culturais, mas não é exatamente uma terra de oportunidades para quem pretende aventurar-se sem um plano definido. Tenha cuidado ao estabelecer um plano que conta com uma realidade muito distinta daquilo que seu destino é capaz de oferecer.

Compartilhe este artigo!
  • 1
  •  
  •  
    1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *