Sisu 2017: Inscrições, processo seletivo e vagas

A cada ano, milhões de estudantes testam o nível de conhecimento por meio do Exame Nacional do Ensino Médio, mais popularmente conhecido como o ENEM. Mas, acontece que, além de ajudar a medir o conhecimento, as provas do Enem oferecem ao participante a chance de usar a nota obtida para conseguir bolsas de estudos e outros benefícios estudantis por meio de Programas do Governo Federal.

Sisu 2017

E um dos programas que mais atraem a atenção de jovens e estudantes nesse cenário, por exemplo, é o SISU (Sistema de Seleção Unificada), que de modo geral, oferece ao estudante a oportunidade de cursar o ensino superior em uma universidade federal ou estadual. Na sequência você vai compreender melhor como funciona o sistema e como fazer para concorrer uma das vagas por meio dele.



O que é o Sisu

Conforme já adiantamos, o Sisu nada mais é, que um sistema onde os estudantes podem se cadastrar e pleitear a vaga em uma universidade federal ou estadual por meio da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Os selecionados às vagas oferecidas, ganham a chance de ingressar na faculdade sem a necessidade de vestibular, o que é um grande atrativo para quem espera ingressar no ensino superior e esbarra no alto grau de dificuldade do processo seletivo nas principais universidades do país. O Sisu 2017 acaba por ser uma chance extra.

Como funciona o Sisu

Na prática, não significa que qualquer pessoa interessada em uma vaga no Sisu 2017, de fato vá conquistá-la. Isso porque, geralmente há um grande número de interessados concorrendo a uma mesma vaga, no mesmo turno e universidade, o que faz com que, apenas aqueles que conseguiram as melhores notas, consigam ingressar na universidade por meio do Programa.

Apesar disso, é absolutamente simples participar do processo de seleção do Programa. A primeira coisa que você precisa saber, é que trata-se de um sistema totalmente informatizado, que recupera a nota do participante na prova do Enem mais recente.

Eis alguns outros detalhes que você precisa saber a respeito do programa:

  • O processo seletivo do Sisu 2017 acontece duas vezes ao ano, sendo uma no primeiro e outra no segundo semestre.
    Os interessados devem fazer suas respectivas inscrições por meio do site oficial do Sisu.
  • No caso do segundo semestre de 2016, estão aptos a concorrer a uma vaga pelo programa, os participantes do ENEM 2015 que não obtiveram nota zero na redação.
  • Estão participando do segundo semestre do Sisu, 65 instituições de ensino superior (considerando universidades federais, estaduais e institutos federais de educação, ciência e tecnologia), o que representa ao todo, algo em torno de 56 mil vagas.
  • Cada candidato tem direito de escolher duas opções de curso dentro das vagas disponíveis nas instituições participantes na seleção (nesse momento o candidato também deverá selecionar a modalidade de concorrência: ações afirmativas [cotas] ou ampla concorrência).
  • Durante o período em que as inscrições permanecerem abertas, os candidatos conseguem consultar a “nota de corte” facilmente por meio do cadastro feito no sistema do Sisu. Essa nota é a referência de nota mínima possível para que o candidato consiga a vaga pretendida. Isso dá ao interessado a autonomia para decidir se quer continuar disputando aquela vaga ou tentar outra opção de curso.
  • Em pouco tempo após o término do período de inscrições, o candidato consegue conferir por meio da página oficial do Sisu, o resultado da inscrição no sistema. Se aprovado, o interessado deve fazer a matrícula na universidade para assegurar a vaga. Vale dizer que em alguns casos, a instituição pode solicitar exames complementares, como de Habilidades Específicas.
  • Se depois de um determinado período, ainda restarem vagas no sistema, aqueles que não passaram inicialmente podem fazer o cadastro para a Lista de Espera.
Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *