Limpar o nome sem pagar a dívida é fraude?

A limpeza do nome, seja no SPC, seja no Serasa, sem fazer o pagamento das dívidas sim, é fraude, pelo fato de não existir a possibilidade de sair do negativo sem o pagamento. Mas por que existe tanto esta dúvida?

As promessas tentadoras

Se você receber a promessa tentadora: “Saia do Serasa sem pagar a dívida! ”, não tenha dúvida – muito provavelmente, é um golpe. É importante ressaltar que, a única maneira de o consumidor limpar o seu nome, é pagar o débito ou renegociar diretamente com o credor.



As ofertas de reabilitação de crédito sem pagamento da dívida são cada vez mais frequentes, elas acontecem principalmente na internet, mas também e panfletos, anúncios e cartazes. Elas vão desde a venda de manuais com falsas dicas e macetes, até os serviços de “advogados especializados”, que na verdade não passam de estelionatários.

Os riscos da tentativa

O prejuízo é ainda maior para quem cede a essas promoções. Após pagar o valor solicitado, o consumidor leva o calote. Quando recebe alguma coisa, são manuais e apostilas com dicas inúteis. Ou, ainda mais grave, materiais que incentivam o registro de boletins e notificações com informações falsas, incitando o cidadão a cometer crimes.

Uma das dicas comuns é o registro de uma “Obrigação de Fazer” contra o credor, alegando desconhecimento da dívida. O delegado adjunto da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas, ressalta que se a pessoa registra em documento público uma informação falsa, pode responder por falsidade ideológica, que é um crime grave. ”

Além de complicações com a Justiça, a vítima do golpe pode sofrer novos prejuízos. Como trata-se de golpistas, muitas vezes as pessoas acabam repassando seus dados pessoais e têm documentos e cartões clonados e falsificados. Com tanta dor de cabeça, o consumidor que optar por apelar para a “fórmula mágica” vai continuar com o nome sujo.

Dicas para limpar o nome com segurança

A melhor maneira de limpar o nome é negociar a dívida com o credor. Boas oportunidades estão disponíveis na própria internet. Empresas como Bradesco, Americanas, Extra, Marisa, Ponto Frio, American Express, GVT e Santander estarão participando e possibilitando a renegociação dos débitos. Os interessados devem acessar gratuitamente o site da Serasa.

A promessa é de tirar seu nome do cadastro de inadimplentes com um clique, sem burocracia alguma, por apenas R$ 50. O golpe, que cresce na internet e garante o anonimato dos estelionatários, multiplica-se na mesma proporção em que aumenta o total de endividados no país. Tanto que a Serasa Experian registrou um crescimento de 61%, em um ano, no número de tentativas de fraudes para retirar os nomes de brasileiros das listas de restrições ao crédito.

Cuidado com as fraudes!

Em setembro de 2015, segundo a Serasa, foram identificados 35 tipos de e-mails diferentes usando o nome da empresa. No mesmo período do ano passado, haviam sido catalogadas 21 mensagens do gênero. O objetivo dos hackers é instalar um vírus no computador do usuário ou roubar os dados pessoais do consumidor para obter novos empréstimos, fazer dívidas por meio de cartões de crédito e acessar contas-correntes, mediante o roubo de senhas.

O SPC Brasil e a Serasa criaram setores especializados em monitoramento e combate a fraudes. No SPC Brasil, há sistemas que detectam sites que cobram pelo serviço de retirada do cadastro de devedores.

Compartilhe este artigo!
  • 1
  •  
  •  
    1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *