Encceja – Saiba mais sobre o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos

O Encceja é a sigla usada para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos. Consiste em uma prova do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), de forma a fornecer certificação para o Ensino Fundamental e também Ensino Médio.

O Encceja foi criado no ano de 2002 e é considerado como sendo uma ferramenta de avaliação para participantes que não estivesse, por qualquer motivo, frequentando de forma regular instituições escolares e que estivem em busca de certificação.

Vale salientar que o Inep fez a transferência de certificado do Ensino Médio para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano de 2009, considerando ainda os mesmo critérios básicos.

Entre esses critérios estão a idade e também nota acima de 450 pontos por parte do participante em cada uma das provas realizadas – e ainda 500 pontos diante da avaliação de redação.

O Encceja ainda ficou restrito para quem deseja obter certificado do ensino médio para brasileiros situados em outros países.

Tanto é, que no ano de 2017, o Ministério da Educação achou mais pertinente adotar o Encceja para que se pudesse obter o certificado do ensino médio.

Isso se deu pelo motivo que o Enem passou a ser considerado a principal porta de entrada para alunos que estivessem dispostos a ingressar em uma universidade.

Encceja – quem de fato pode participar desse processo? Como é feita a inscrição dos interessados?

De maneira geral, para se ter direito ao certificado do ensino fundamental, é necessário que o candidato em questão tenha idade de pelo menos 15 anos.

No que diz respeito ao ensino médio, o estudante precisará ter pelo menos 18 anos consumados.

O processo de inscrição do Encceja pode ser feito de maneira bastante intuitiva, uma vez que sua consolidação é realizada por meio do site oficial do exame.

Outro ponto positivo e que vale a pena salientar, é que o exame é absolutamente gratuito, não sendo necessário que o participante arque com qualquer taxa para realização do teste.

O Inep ainda tem como premissa fazer a abertura das inscrições no mês de agosto de cada ano, sendo que as provas são marcadas para serem realizadas no mês de outubro.

Já as provas que são aplicadas em território nacional, é importante que o estudante tenha em mãos alguns documentos fundamentais, como no número de seu CPF e também do RG.

Quem reside em outros países, precisa não somente ter o número do CPF como também o número de seu passaporte!

Além disso, pessoas que acabem sendo privadas de sua liberdade ou que estejam submetidas a medidas de caráter socioeducativas, precisam também ter um membro responsável pedagógico para confirmar a sua inscrição junto ao processo do Encceja!

Em suma, todos os membros devidamente inscritos precisaram ainda responder a um questionário obrigatório, o QSE (Questionário Socioeconômico) – isso é vital para que seja feita a conclusão do cadastro do Encceja.

 

Entenda como são as provas do Encceja – o que você precisa saber para estar mais preparado do que nunca!

Primeiramente é importante saber que o Encceja tem como objetivo central promover uma avaliação acerca do conhecimento de cunho escolar do participante inscrito.

Mas, o teste não se restringe somente a isso! Ele também tem a finalidade de entender mais de perto como se dá a relação familiar, trabalho e até mesmo comunidade – se assim for o caso!

Além disso, as provas deverão ser aplicadas em um dia apenas, sendo considerando turnos da manhã ou da tarde – algo diferente de outros exames que são divididos em mais dias!

Já no que diz respeito à avaliação em si, leva-se em conta questões de conhecimentos gerais sobre diversas disciplinas – isso deverá ser feito por meio da aplicação de provas por parte do Inep.

Outro ponto importante que todos devem impreterivelmente saber, é que o Encceja é formado por um montante de 30 questões – todas objetivas em cada um de seus turnos e ainda compõe a elaboração de uma redação.

Independente do tipo de nível destinado à certificação desejada, o que acaba mudando substancialmente os testes aplicados são apenas a forma como se dá a divisão de cada uma das disciplinas, bem como o conteúdo a ser abordado.

Em relação à redação (que é um dos aspectos que mais gera preocupação para os candidatos) a sua pontuação tradicional é sempre de 0 até 10 pontos.

Para que o candidato seja aprovado é preciso que ele alcance uma média de 5 pontos – abaixo desse valor, ele poderá ser eliminado.

A certificação poderá ser concedida para os candidatos que conquistarem uma pontuação mínima, que deverá somar o total de 100 pontos em cada uma das provas objetivas – e a nota máxima poderá chegar à 200 pontos para cada área.

Onde o candidato poderá ter acesso ao seu certificado?

Essa é outra dúvida bastante recorrente. No caso, quem realiza o Encceja no Brasil deverá se dirigir até a Secretaria de Educação presente em sua cidade. Outra alternativa pode ser ir em uma das instituições que sejam conveniadas com o Inep.

Já àqueles que sejam privados de liberdade poderão ter a oportunidade de acessar seu certificado através da representação de seus responsáveis pedagógicos.

Pessoas que estejam residindo em outros países também podem ficar tranquilas, uma vez que o Inep ficará responsável por enviar o documento diretamente para o Ministério das Relações Exteriores.

Que por sua vez deverá fazer o encaminhamento para a embaixada e também consulado do Brasil do país onde o candidato está.

Para poder ter mais orientações sobre o Encceja, basta acessar o site oficial e conferir todos os dados e detalhes sobre o processo e inscrição! Já quem reside fora do país, a dica é procurar prontamente Consulados Gerais do Brasil e se informar!

 

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *