Mercado Imobiliário

Como vender um imóvel pela Caixa?

Vender um imóvel pela Caixa pode parecer uma tarefa muito difícil à primeira vista. O fato é, no entanto, que tudo fica mais fácil conhecendo as regras e os procedimentos necessários para a atividade.

Ter em mente que o processo de negociação pode ser diferente da venda em relação ao financiamento, saber as diferenças entre imóveis novos e usados e outros dados básicos é essencial.

Por isso, montamos este guia rápido para saber como vender um imóvel pela Caixa:

Esteja bem informado

O primeiro passo é permanecer inteirado sobre as regras de financiamento de imóveis pela Caixa. Existem vários tipos de financiamento, e o ideal é você se manter informado sobre cada um deles para ver em qual modalidade o perfil do seu cliente se encaixara perfeitamente.

Se a dúvida permanecer, faça um resumo sobre cada um, contendo principalmente a documentação necessária, e guarde sempre com você. Não se esqueça de se manter atualizado, porque em época de crise política as regras podem mudar e de uma hora para a outra. Fique atento!

Conheça bem o imóvel que está vendendo

A vida de um corretor de móveis é bem corrida, mas você deve achar tempo para conhecer de perto todos os imóveis que estão na sua cartela. Assim, no momento adequado, você poderá tirar o foco do financiamento e colocar sobre as principais vantagens daquela casa ou apartamento.

Comece sabendo a localização, falando de todas as vias principais mais próximas, a tranquilidade de uma rua residencial ou da proximidade do comércio, de escolas, hospitais ou até mesmo transportes, de acordo com as informações que você já colheu anteriormente sobre o perfil do cliente.

Vá armazenando esses dados em sua agenda desde a primeira conversa com cliente. Assim, quando você for encontro do cliente, já sabe quais os aspectos que deverão ser destacados.

Tenha cuidado na hora de tocar no preço

Você poderá falar sobre as características estruturais do imóvel e de como elas se encaixam nas necessidades da família, mas inevitavelmente chegará a hora de falar sobre os valores.

Essa é uma hora bastante delicada. Procure, sempre, mantê-lo compatível com o mercado, nem abaixo e nem acima: lembre-se também de que o financiamento da caixa tem várias faixas. Portanto, tanto pessoas mais humildes quanto de maior poder aquisitivo poderão procurá-lo para um imóvel mais ou menos semelhante, uns por necessidade, outras por ser um bom negócio no momento. Saiba trabalhar com os prazos do financiamento para vender um imóvel financiado pela Caixa com mais facilidade, adaptando-o à renda do cliente.

Pequenos detalhes geram grandes diferenças

Determinados detalhes podem fazer uma grande diferença na negociação, como fato de que desde março de 2016 é possível um cliente ter dois imóveis financiados ao mesmo tempo. O grande fator de aprovação será a análise da capacidade de pagamento desse determinado cliente.

Isso beneficiará quem quer comprar um imóvel novo, mas está tendo dificuldade em vender imóveis antigos financiados. Com a nova regra, o consumidor não precisará mais aguardar a venda para uma nova aquisição.

Outras informações úteis para vender um imóvel pela Caixa

A cota de financiamento para imóveis usados passou a ser de 70% para quem usar os recursos da poupança pelo sistema financeiro de habitação, podendo assim chegar a 80% para funcionários públicos.

Se você não sabe como vender imóvel financiado pela Caixa e busca por informações úteis para agilizar o processo de negociação, esse conteúdo será muito relevante para seus estudos de mercado imobiliário financiado pela Caixa.

Lembre-se que vender um imóvel pela Caixa normalmente envolve um jogo de cintura na facilitação dos documentos e, sobretudo, na elaboração de possíveis parcelas para o financiamento. Por isso, conhecer as regras e saber fazer uma simulação eficientes das parcelas fará toda a diferença!

Deixe seu Comentário

WordPress Ads