Como se mudar para a Espanha?

Não faltam motivos para alguém querer se mudar para a Espanha: o país é um centro cultural, gastronômico, histórico e artístico. Por outro lado, como membro da União Europeia, há uma série de cuidados que todo imigrante não europeu precisa tomar para evitar cair na ilegalidade ao morar por lá.

Desde questões burocráticas, até cuidados relacionados com os custos de vida e a comprovação de capacidade de sustento por lá, há coisas importantes para saber sobre a vida na Espanha, o mercado de trabalho e a situação econômica.



Confira algumas dicas sobre como se mudar para a Espanha, evitando que você tenha surpresas desagradáveis:

Questões relativas ao visto

No que diz respeito ao visto, a Espanha segue os procedimento básicos estabelecidos no padrão europeu. Deve-se levar em consideração, no entanto, que a Espanha possui um histórico de animosidade em relação à imigração brasileira. Embora não seja mais tão comum, é possível que as autoridades façam algum esforço para complicar com a sua entrada – o que torna ainda mais importante ter toda a documentação em dia.

Você pode recorrer a três tipos de visto, a menos que faça parte de alguma categoria especial. O primeiro é o visto de turismo, que dá direito à permanência de até seis meses, sem necessidade de solicitação prévia. Se você pretende mudar para a Espanha, provavelmente não é este o tipo de visto que procura, uma vez que o visto de turismo não permite a conversão para visto de trabalho.

Outra opção é o visto de estudante, para aqueles com vínculo comprovado com alguma instituição de ensino – seja de linguagem, ensino superior ou algum outro curso. A duração deste visto depende do tipo de comprovação fornecida pelo imigrante.

Já o visto de trabalho é um pouco mais complicado, e precisa de autorização prévia do governo local.

Custo de vida e orçamento necessário

Outro ponto essencial é o custo de vida na Espanha. Embora não esteja entre os países europeus mais caros de se morar, a Espanha não é exatamente barata, e isso contrata com o salário mínimo relativamente baixo que é pago por lá.

Por isso, você precisa fazer um orçamento prévio a respeito dos custos de moradia, transporte e alimentação, e pensar se com a sua arrecadação atual é possível viver confortavelmente por lá, especialmente considerando a possibilidade de depender exclusivamente de seu salário.

Busque informações sobre a realidade econômica local

Outro fator essencial para quem pretende se mudar para a Espanha é considerar a realidade econômica espanhola. O país vive, atualmente, uma profunda crise, que se reflete em uma das taxas de desemprego mais altas da Europa, e uma enorme oferta de mão de obra ociosa.

Isso significa que aceitar qualquer cargo para tentar buscar um trabalho melhor pode não ser uma solução tão confortável assim, por lá. Mais do que isso, é necessário considerar que nem todas as ofertas de emprego são exatamente estáveis no cenário espanhol, o que exige um planejamento ainda mais cuidadoso.

Precisa trabalhar? Busque uma posição antes da mudança

Se você pretender mudar-se de vez, trabalhando definitivamente no país, alguns cuidados são necessários. Você não conseguirá um visto de trabalho na Espanha a menos que, de fato, tenha uma posição de trabalho que já aceitou você por lá.

Como já mencionado, o país sofre de uma escassez de vagas de trabalho, e não há motivos para aceitar mão de obra estrangeira a menos que um empregador expressamente declare que você irá trabalhar com ele.

Pesquise a respeito da renovação de visto

Outro aspecto importante que deve ser levado em consideração é a renovação de visto. Isso consiste em saber o que você precisa fazer antes do vencimento do seu visto para não precisar retornar ao Brasil. Nem sempre isso é possível, e é interessante que você tenha estas informações antes de se mudar para a Espanha, pois pode ser necessário incluir mais uma viagem de ida e volta em seu orçamento em um prazo relativamente curto.

Compartilhe este artigo!
  • 2
  •  
  •  
    2
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *