Nubank ou Digio: Qual escolher?

Nubank ou Digio? Não sabe qual cartão de crédito escolher? Confira aqui as principais características de cada um desses cartões e escolha o que mais combina com você!

Nubank

O Nubank é um cartão de crédito criado por uma startup e que revolucionou o mercado de cartões no país. É conhecido pela sua cor roxa e também por não estar conectado a uma agência bancária física, isto é, não está vinculado a nenhum banco específico. As operações entre o cliente e seu dinheiro são feitas exclusivamente de forma online, utilizando o aplicativo disponibilizado aos usuários.

Para começar a utilizar, é necessário ser convidado para participar da rede do Nubank. Após a aprovação do convite, basta ter o crédito aprovado pelo Mastercard, que é a bandeira utilizada pelo cartão.

Digio

Na disputa entre o cartão Nubank ou Digio, o Digio também ganhou espaço no mercado brasileiro, mas com algumas diferenças. O Digio é um cartão de crédito criado por uma empresa ligada ao banco CBSS, associado ao Banco do Brasil e ao Banco Bradesco, diferentemente do Nubank que não possui vinculação com agências bancárias.

Mas, apesar dessa distinção, o Digio também não possui agências físicas e pode ser operado facilmente pelo seu aplicativo, com muita praticidade e facilidade. A bandeira do Digio é o Visa e o cartão é emitido na cor azul.

Para começar a utilizar, não é necessário convite. Basta ser maior de idade, baixar o aplicativo e ter o crédito aprovado.

Juros

Um dos pontos mais importantes para escolher o melhor cartão entre Nubank ou Digio é a questão dos juros. O Nubank possui juros na modalidade rotativa, ou seja, o usuário deve pagar mensalmente apenas um valor mínimo na fatura do cartão. O que não for pago nessa fatura, poderá ser pago na fatura do mês seguinte, adicionando juros extras no valor final. O interessante é que o valor dos juros extras é variável, dependendo do plano de cada cliente do Nubank.

Além disso, o Nubank oferece a opção de parcelamento do valor final devido ao mês. Mas é preciso estar atento, pois em caso de não pagamento, o cliente deverá pagar uma taxa de juros sobre o valor. A taxa de juros para esse caso dependerá de cada cliente.

Já no caso do Digio é necessário pagar juros mês a mês, em todas as faturas, não havendo a possibilidade de pagamento de juros mínimos. Contudo, é possível parcelar o valor final da fatura, incidindo juros de 7,9% em cada mês. Caso não haja pagamento da fatura no final do mês, esses juros sobem para a taxa de 11% ao mês.

Tarifas

Outra questão essencial no momento da escolha entre Nubank ou Digio é a cobrança de tarifas pelo uso do cartão. Nesse ponto, ambas as empresas saem em grande vantagem frente a outras opções de cartão disponíveis no mercado.

As tarifas de ambos os cartões são bastante reduzidas. Por exemplo, nenhum deles apresenta anuidade, tarifas de manutenção, taxa para retirada de recursos, taxa para 2ª via do cartão ou 2ª via da fatura mensal.

A única diferença significativa é o fato de o Digio cobra o valor de R$ 5,00 por uma avaliação emergencial de crédito. O Nubank, por sua vez, não realiza cobrança por esse serviço oferecido no aplicativo.

 

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *