Contador: o que faz e quanto ganha?

O contador, também chamado de contabilista, é um profissional essencial para a manutenção e gerenciamento de empresas em todas as situações – desde sua criação até o seu término.

Em função da sua importância para praticamente todas as atividades que envolvem transação monetária do país, o mercado da contabilidade costuma estar sempre em alta e é raro que um contador fique muito tempo sem emprego, se não tiver critérios excepcionais.

Segundo o Conselho Regional de Contabilidade, mais de 90% dos profissionais da área estão empregados e praticam esta atividade de forma remunerada. Isso torna a profissão de contador uma das dez mais empregáveis do país.

Entenda mais sobre esta carreira cheia de oportunidades e essencial para a economia brasileira:

Requisitos para ser um contador

Foto: Youtube/Reprodução

Foto: Youtube/Reprodução

Assim como ocorre na carreira da advocacia, ser um contador exige dois requisitos sequenciais. Em primeiro lugar, é necessário que o candidato possua o diploma de graduação em Ensino Superior no curso de contabilidade e, com ele em mãos, obtenha o registro no Conselho Regional de Contabilidade, o CRC.

Além do profissional graduado na área, há o técnico em contabilidade – ocasião na qual também é obrigatória a demonstração de conclusão de curso e obtenção do registro para que se possa exercer regularmente a atividade.

Áreas da contabilidade

Um dos motivos que torna a área da contabilidade tão dinâmica e necessária é a sua amplitude. Associa-se, geralmente, o contador à gestão de empresas, tratando dos trâmites burocráticos e tributários de todo o ciclo de vida de uma empresa, que vai desde a abertura do CNPJ até o controle de folhas de pagamento e a própria baixa da empresa, se for o caso.

Embora seja uma tarefa importante e significativa dentro da área, há diversas outras especialidades que um contador pode executar, como auditorias, cálculos e análises atuariais, mercado financeiro, perícia contábil, fiscalização e controladoria aplicada em diversos segmentos, etc.

Leia também: Enfermeiro: o que faz este profissional e quanto ganha?

Estas atividades podem ocorrer tanto no setor privado quanto no público e dão uma segurança de campo de trabalho bastante significativa para quem busca uma formação na área.

Foto: Pixabay/CCBY

Foto: Pixabay/CCBY

Contador autônomo ou assalariado?

Um contador pode trabalhar sob diferentes regimes de atuação. Pode-se trabalhar como um assalariado em empresas de contabilidade ou nos setores internos de empresas de porte significativo, que mantenham sua própria equipe de contabilidade.

Além disso, podem atuar de maneira autônoma, abrindo seu próprio escritório ou atuando sob seu próprio nome, como pessoa física, sem um regime de trabalho fixo, baseando-se nas demandas de sua clientela.

Quanto ganha um contador?

O piso salarial de um contador não é definido de forma única no país, mas de acordo com as convenções coletivas definidas pelos sindicatos regionais. O salário varia bastante de acordo com o tempo de experiência, o cargo ocupado e o local de prestação de serviço.

Em início de carreira, é comum que o piso salarial gire em torno de 1,5 salários mínimos, enquanto o profissional com mais experiência costuma receber remuneração superior a cinco salários mínimos. Além do tempo de experiência, o cargo dentro da empresa é fundamental para determinar a remuneração.

Saindo de menos de dois salários mínimos por mês em seus estágios iniciais, é comum que diretores financeiros de empresas recebam remuneração superior a 20 salários mínimos, assim como cargos de controle e gerência costumam receber mais de 15 salários mínimos.

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *