Como tirar Segunda Via do CPF?

Tirar segunda via do CPF pode parecer algo que nunca vai incomodar você, mas eventualmente quase todos passamos por um problema semelhante com algum documento: seja em função de algum roubo, desatenção ou acidente, ficar sem a documentação exige solicitar uma nova via.

Antigamente, a tarefa parecia uma grande dor de cabeça – especialmente para aqueles que não declaravam a renda. Hoje em dia, no entanto, o processo é muito mais fácil, e quase todo o procedimento pode ser feito online.

É útil lembrar, ainda, que o CPF é um documento que possui validade em território nacional, e muitas vezes é incluído em outros documentos, como a própria carteira de identidade ou CNH. Dependendo da sua situação, a solicitação para tirar segunda via do CPF nem mesmo é necessária.

De qualquer forma, é sempre útil ter uma versão válida do documento, na eventualidade de algum cadastro ou registro solicitar o serviço. Saiba como tirar segunda via do CPF, e quais são as informações que você precisa manter em mente para conseguir o documento com tranquilidade:

O número nunca será trocado

Muitas pessoas evitam tirar segunda via do CPF por pensarem que precisarão decorar um novo número e trocar uma série de cadastros que já contam com o registro. Isso não é verdade: quando seu primeiro CPF é emitido, ele será mantido para o resto de sua vida, representando quem é você frente ao Brasil. O número faz parte da sua identificação, assim como o RG.

Por isso, ao solicitar o novo documento, seu CPF será mantido – não importa quantas vezes você solicitar uma nova via. Além disso, é importante saber que o seu número de CPF continua ativo e válido, mesmo enquanto você aguarda a nova via. A menos que um certo registro solicite especificamente o documento do CPF, você pode utilizar o número normalmente, comprovando-o através de outros documentos, como RG ou CNH.

Perdi meu CPF: o que fazer?

Ao perder o CPF em função de algum ato seu, nada precisa ser feito. A solicitação de uma nova via exige um pagamento simbólico para a emissão, e não é necessário apresentar nenhum tipo de comprovante.

Por outro lado, se você tiver o documento roubado, é importante fazer o boletim de ocorrência para evitar incômodos futuros. Caso algum use o documento para uma tentativa de fraude, por exemplo, o boletim pode ajudar você a comprovar que há uma cópia em posse de outra pessoa.

Como tirar segunda via do CPF?

Existem algumas instituições brasileiras que realizam a emissão do CPF: as agências dos Correios e dos bancos federais (Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal) fazem a emissão. Em geral, solicita-se documentos como o RG ou o título de eleitor, bem como o número do seu CPF para facilitar o processo de emissão.

Outra possibilidade é fazer a solicitação online. Nestes casos, o caminho correto é acessar o site da Receita Federal, entrando no menu de atendimento de Pessoa Física > CPF > Segunda Via. Este caminho levará você ao formulário que permite solicitar o documento.

É necessário retirar uma segunda via do CPF?

Ter sua documentação completa é sempre importante. Em alguns casos, no entanto, pode ser necessário ter os dados de forma emergencial, e você não os recorda. Felizmente, é possível acessar este link da Receita Federal e inserir seus dados básicos para retirar um Comprovante de Inscrição no CPF, que é válido para fins de comprovação de seu número no Cadastro, devendo ser aceito pela grande maioria das instituições.

Na própria página, é possível solicitar a impressão do comprovante, o que pode facilitar bastante a sua vida em momentos de urgência.

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *