Como se mudar para a Argentina?

Se você pensa em se mudar para a Argentina, seja em função de uma oportunidade de trabalho mais vantajosa, ou simplesmente para viver na “cidade mais europeia da América do Sul”, há algumas informações e dicas que você precisa considerar antes.

Embora faça parte do Mercosul, o que permite que você visite a Argentina sem nenhum empecilho burocrático, morar de forma definitiva ou a longo prazo por lá não é tão fácil assim. Neste caso, é importante agir com um pouco de planejamento para evitar surpresas ruins. Além disso, é necessário saber a condição econômica do país, e ter acesso a algumas dicas a respeito das condições de trabalho por lá.

Confira algumas dicas importantes sobre como se mudar para a Argentina com o mínimo de surpresas possível:

Inicie pela burocracia

Quando pensamos em mudar de vida e morar em um outro país, raramente a primeira intenção quem vem à mente é estudar sobre documentação e burocracia. Infelizmente, esse é o primeiro passo prático necessário para a concretização deste sonho.

Se você pretender mudar para a Argentina, é necessário definir o motivo da sua residência por lá – estudo, trabalho, realização de negócios – e procurar um consulado argentino próximo de onde você vive.

O consulado indicará quais são os documentos necessário para que você dê início ao processo de visto de residência, a depender do seu caso. É importante que você realize o processo com algum tempo de antecedência, uma vez que a dependência de burocracia pode levar algum tempo. Além disso, é necessário que a obtenção do visto de permanência ocorra enquanto você ainda está no Brasil, e não enquanto está na Argentina a turismo, por exemplo.

Prepare-se, também, para uma visita ao consulado para fazer a entrevista, onde são informados os pontos básicos de sua mudança, recolhidas suas impressões digitais e – mais importante – pagas suas taxas para a emissão do visto. Confira com antecedência qual o custo dessa emissão de acordo com o seu tipo de visto.

Vai a trabalho? Procure uma posição com antecedência

Se você pretende mudar para a Argentina de vez, inclusive trabalhando por lá, segue uma dica válida para absolutamente todas as situações de mudança internacional: busque seu emprego antes de mudar-se para lá. O motivo é simples: é improvável que você consiga a obtenção de visto de trabalho sem que tenha um trabalho “engatilhado” no país de destino.

Não é do interesse de nenhum Estado receber mão de obra potencialmente desempregada, especialmente quando a situação econômica não é exatamente maravilhosa, como é o caso argentino.

Faça um orçamento prévio e calcule o custo de vida provável

Se você conseguir um bom trabalho na Argentina, é possível que rapidamente fique empolgado com o bom salário que existe por lá. Lembre-se, no entanto, que o país sofre de inflação elevada, e a situação econômica não é exatamente estável. Por isso, antes de se mudar para a Argentina, planeje um orçamento de quanto você precisará para passar os primeiros períodos por lá, e leve em conta os custos de uma inflação.

No caso de uma mudança para a Argentina, uma boa dica é considerar seu orçamento com valores base em dólar e não em pesos argentinos. Além disso, informe-se a respeito das formas de câmbio mais vantajosas e das restrições em relação às diferentes moedas por lá. Isso será necessário para valorizar o dinheiro que você levará para os primeiros meses.

Compartilhe este artigo!
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *